quarta-feira, 4 de setembro de 2013

No silencio da noite



No silencio da noite:

É no silencio da noite que eu 
Te busco e te caço... 
Entre quatro paredes eu me 
Acho... 
Ali eu rolo sonhando te ter 
Em meu colo...

São nesse momento que eu 
Me enrolo...
Fico louco e aos poucos começo 
A pensar que mesmo assim eu 
Posso te amar! 
Começo a pensar que ali você 
Pode estar...

Em meus pensamentos você 
Irá para sempre morar! 
Agora sim! 
Eu te busco e te acho... 
Em meus braços e em amassos 
 Você vai estar! 
Aqui no meu cantinho você sempre 
Vai estar aqui é o seu lar!             Paulo Franco.

Um comentário:

  1. Meu estimado amigo!

    Estou cada dia mais empolgada em ler teus poemas, teus contos.
    Você é mesmo um ser humano iluminado e por isso por possuires esse coração tão aberto, tão acolhedor, que sempre tens essa linda inspiração no "Amor"...esse sentimento profundo que deve invadir as vidas dos povos, dos seres que habitam esse planeta, pois se isso acontecesse, teríamos um mundo melhor, mais feliz, menos vilolento.

    Esse também é lindo e louvo por ti pelo seu espírito que incorpora todos os seus valores e seus sentimentos plenos, e valores verdadeiros e essesnciais de um ser humano

    Parabéns por sua capacidade de lidar com as letras, com as palavras, com o "Saber".....e Deus faz tudo tão perfeito que nos dá a sabedoria para buscarmos a felicidade e ainda compartilhar com os outros indivíduos em nossa sociedade.

    Você faz isso com muito amor, carinho e dedicação.....!

    Beijos de sua amiga e fã que estou feliz em ter te conhecido e sentir que sempre quando pedimos ajuda, estás sem medir esforços para nos guiar, orientar e ensinar o melhor caminho.

    :) <3 (Y)

    ResponderExcluir

LEITURA

LEITURA

 
Real Time Web Analytics